5

Ha...que saudades da minha infância!!!

Oi Pessoal...hj passei no blog da Tata...e me deparei com um texto que me fez rir,e reviver velhos tempos....

Você que teve infância durante os anos 60, 70, 80... Como pôde sobreviver? Afinal de contas....
1- Os carros não tinham cintos de segurança, apoios de cabeça, nem air-bag!!!!
2- Íamos soltos no banco de trás fazendo aquela farra!! E isso não era perigoso!
3- Não havia travas de segurança nas portas, chaves no armários de medicamentos, detergentes ou químicos domésticos.
4- A gente andava de bicicleta para lá e pra cá, sem capacete, joelheiras, caneleiras e cotoveleiras...
5- Bebíamos água da torneira, de uma mangueira, ou de uma fonte e não águas minerais em garrafas ditas... esterilizadas...
6- Construíamos aqueles famosos carrinhos de rolimã e aqueles que tinha sorte de morar perto de uma ladeira asfaltadas, podiam tentar bater recordes de velocidade e até verificar no meio do caminho que tinham economizado a sola do tênis, que eram usados como freios... Nada de de Nike ou Adidas, usávamos Conga e Ki- chute. Quem lembra?
7- Íamos brincar na rua, com uma única condição: voltar para casa ao anoitecer! Não havia celulares... E nossos pais não sabiam onde estávamos!
8- Gessos, dentes partidos, joelhos ralados... Alguém se importava...
9- Comíamos doces à vontade, pão com manteiga, bebidas com o (perigoso) açúcar. Não se falava de obesidade.
10- Dividíamos com nosso amigos um refrigerante comprado naquela vendinha da esquina, gole a gole e nunca ninguém morreu por isso... brincavámos sempre na rua e éramos super ativos...
11- Nada de Playstations, Nintendo 64, X boxes, jogos de vídeo, Internet banda larga, DVD, Dolby surrond, celular com câmera, computador, Chats na internet.! -
E os nossos cachorros? Lembram? Nada de ração. Comiam a mesma comida que nós ( muitas vezes os restos), e sem problema algum! Banho quente? Xampú? Que nada! !no quintal, um segurava o cão e o outro com a mangueira(fria) ia jogando água e esfregando-o com (acreditem se quiserem) sabão(em barra) de lavar roupa!!! Algum cachorro morreu( ou adoeceu) por causa disso??
13- A pé ou de bicicleta, íamos à casa dos nossos amigos, mesmo que morassem a Km de nossa casa, entrámos sem bater e íamos brincar.
14- é verdade! lá fora, nesse mundo cinzeto e sem segurança! Como era possível? Jogávamos futebol na rua, com trave sinalizada por duas pedras, e mesmo que não estivéssemos escalados... ninguém ficava frustrados e nem era o "fim do mundo".
15- Na escola tinha bons e maus alunos. Uns passavam e outros eram reprovados. Ninguém ia por isso a um psicólogo ou psicoterapeuta. Não havia a moda dos superdotados, nem se falava em dislexia, problemas de concentração, hiperatividade. Quem não passava, simplesmente repetia de ano e tentava de novo no ano seguinte!
16- Tínhamos: Liberdade, Fracassos, Sucessos, Deveres. A única e verdadeira questão é: Como a gente conseguiu sobreviver??? Você também é dessa geração? Se sim, mostre este texto aos seus amigos desse tempo, e também aos seus filhos e sobrinhos, para que eles saibam com era no ... Nosso tempo!!! Sem dúvida vão responder que eram uma chatice, mas....Como erámos felizes!!!
Pois é....a minha infância foi exatamente isso....foi divertida,foi sem maldade,foi sem perigos...lamento pelas minhas crianças,que o mundo tenha mudado tanto....eu cresci numa rua sem saída...minha mãe mora até hj,e lá é um paraíso....as crianças podem brincar a vontade....jogar bola...todo mundo se conhece,muitos dos meus amigos ainda estão por lá...ou mesmo visitam suas mães....Recentemente,um dos meus amiguinhos de rua fez aniversário....e fez uma festa para reunir a galera,com direito a slides...fotos e tudo....foi tudo de bom.....encontrar velhos amigos,que hj são casados,estudam,trabalham,tem filhos....Quem sabe um dia a gente não consiga repetir a dose?Galera no encontro,quase 15 ou 16 anos depois....eu sou a segunda da direita p esquerda,de blusinha branca um pouquinho acima do peso....rs rs rs....as meninas e os meninos....que saudades desta turma...o de blusa vermelha é meu irmão....sempre vou amar esse pessoal e aquele tempo....







Aqui...a galera no meu níver de 8 anos...tempo das festinhas em casa,com simplicidade,e fartura...
Pois é...tudo que é bom dura pouco....e não volta átras.....

5 comentários:

Vana disse... [Responder o Comentário]

Oi amiga, também lembro com saudades da minha infância, realmente não tinha perigo, nem esses problemas de hoje. Lembro que ficava aprendendo a andar de bicicleta até 11 horas da noite com amigas, irmãos, foram muitas quedas,...rs.Mas era maravilhoso!
Bjokas! e um ótimo fim de semana!

Bella disse... [Responder o Comentário]

Olá amiga

É lembro bem de brincar com os meus primos na rua porque na minha terrinha não passava quase nenhum carro na estrada onde moravamos. E andavamos a correr pelos campos com os joelhos todos feridos e sentíamos felizes. Eram tempos doces. Também me lembro de como quando a minha mãe chamava para ir ajudar nas tarefas iamos correndo. Que saudades!

As coisas hoje estão tão diferentes e não minha opinião não propriamente para melhor. Até os filmes de agora são bem piores do que na altura.

Beijos

daniele dias disse... [Responder o Comentário]

ola fernanda,tudo bem?
espero que sim.estou começando a preparar a nossa troquinha e estou mandando pro seu email o meu endereço e gostaria que vc me enviasse o seu,ja pra deixar guardado pra quando eu for enviar.
beijinhos

daniele dias disse... [Responder o Comentário]

ola querida quando vc receber o email me avise pra eu saber se ele nao voltou.
beijos

Joana disse... [Responder o Comentário]

Oi Fernanda. Lindas fotos, tanto de um tempo quanto de outro. Agora quando estive aí foi mais ou menos um encontro desses, entre a família, fizemos uma festa de carnaval todo mundo fantasiado, foi super divertido. Eu fui de Maria Bonita, com este pé quebrado foi uma Maria Bonita depois de um encontro com a volante KKKK. Já voltei, quando for novamente, provavelmente em Setembro eu te ligo para a gente se encontrar, desta vez não deu certo por conta da minha dificuldade de locomoção. Até lá, beijos
Joana

Loading...